999149_574182132659329_1435956958_n

Primeiro quero esclarecer que, pouco dinheiro, significa bastante. Quem conhece os custos de uma cerimônia de casamento atual, sabe que até o casamento mais simples tem custado no mínimo R$50.000,00.

Sim, estamos falando do valor de entrada de um bom apartamento, de uma super viagem pela Europa, de um carro top, etc. Então antes de casar definam suas prioridades!

Mas esse que vou citar ficou bemmmmm menos do que isso. PERFEITO NÉ?

Feito isso, há várias formas que economizar para que os custos sejam reduzidos sem que se perca a elegância do evento.

Minha experiência atual tem sido com o casamento do meu primo Carlos Eduardo e sua noiva Taty.

Convencidos de que o valor de uma ótima cerimônia está na alegria e na companhia de seus amigos e familiares, eles decidiram que abririam mão de luxos supérfluos para que sua festa tivesse o necessário para que todos se sentissem confortáveis e felizes nesse dia tão especial.

Assim começou nosso desafio!

Vou contar aqui, tudo que fizemos para que a cerimônia fosse mais que especial e dentro do nosso orçamento financeiro.

  • Começando agora com o convite e o planejamento.

Não quero dizer que abrir mão de um designer ou de um organizador de casamentos é necessário. Nesse caso vai depender do quanto seus amigos estão dispostos a ajudar. No nosso caso, optamos por fazer o convite e organizar o casamento nós mesmos.

Isso nos trouxe muitas tarefas, porém nos economizou cerca de R$3000,00 em convites e cerca de R$5000,00 pela contratação de uma organizadora de eventos.

Com a arte feita por uma amiga da noiva, a impressão do convite ficou por cerca de R$300,00 em papel couché, brilhante. Deixar sua amiga fazer a arte do convite foi até bom, pois o casal garantiu um convite personalizado que ficou exatamente como a personalidade dos dois pede.

Já a organização ficou a cargo da noiva, do noivo, da mãe da noiva, de uma madrinha da noiva e minha. Muito trabalho, muita dedicação, pesquisa, organização, mas que nos garantiu uma boa redução no orçamento final.

  • Comidas

Ao invés de contratar um caro buffet, o casal optou por servir um jantar com churrasco. Contratamos um ótimo cozinheiro, os ingredientes foram adquiridos em grandes quantidades e em cooperativas de São Paulo, fazendo com que o preço ficasse bem inferior.

Em distribuidoras de frios compramos os queijos, salames, presuntos, peito de peru e demais coisas que comporiam a mesa de frios. Foi fácil pegar as comidas fatiadas e dispor em bonitas bandejas distribuídas em duas mesas enfeitadas.

Os doces ficaram por conta de um buffet da cidade. Fechamos um pacote no qual nos entregariam os doces da festa, os bem casados, o bolo falso para enfeitar a mesa, o bolo verdadeiro que seria fatiado posteriormente, e também a estrutura como tampões de mesa, toalhas, capas de cadeiras, talheres, copos, pratos e etc.

  • Bebidas

As bebidas foram compradas em consignação. O que isso significa?

Significa que compramos bebidas a mais, porém mantivemos algumas caixas fora da geladeira. Assim, após o término da festa o que não foi consumido pode retornar a loja. Demos um cheque calção e após a devolução das bebidas em excesso trocamos o cheque por outro com o valor corrigido.

  • Som e iluminação

O som e a iluminação ficaram por conta de um DJ. O preço médio de uma banda na minha região é de 10 mil reais. Assim, com o DJ garantimos música boa durante toda a noite a um preço bemmmmm menor. O DJ, mais o equipamento de som, as treliças para sustentar a iluminação, toda a iluminação utilizada, máquina de fumaça e mais umas jeringonças saíram por 600,00.

  • Fotografia e Filmagem

Para fotografia utilizamos uma estratégia. Como geralmente os fotógrafos cobram por foto, o casal decidiu o máximo que gastaria com o trabalho. Assim, com parte do dinheiro contratamos uma equipe profissional que lidou com as fotos mais artísticas como a cobertura da cerimônia, da troca de alianças, etc. Mas para não perder os momentos de descontração, piadas e os amigos, contratamos um segundo fotógrafo mais barato com o objetivo de tirar fotos em massa. Enquanto a primeira equipe cobrou valores unitários (por foto), o segundo fotógrafo tirou mais de 500 fotos e apenas gravou em um cd.

Um trabalho não se compara com o outro. Mas a idéia do primeiro era sofisticação. E a ideia do segundo era apenas retratar tudo que não teríamos orçamento para imprimir depois. 🙂

  • Decoração

A decoração foi feita prioritariamente por uma tia minha. Ela manda muito bem em atividades artesanais. Resumindo, compramos em Andradas (uma cidade conhecida por sua grande produção de flores), várias caixas de rosas. Por atacado elas saem bem mais em conta. E depois montamos os vasos e enfeites de mesa.

Foram utilizados também alguns recursos como a mesa da sala da minha tia, mesas de outros parentes, espelhos antigos, porta retratos, enfim, tudo que remetesse ao tema do evento.

E os próprios doces e bem casados acabaram servindo como ótimos adereços de decoração.

  • Daminhas

No caso desse casamento, a noiva não quis crianças para serem suas daminhas. As escolhidas fomos nós, as primas. Para baratear o custo da roupa decidimos pedir que uma costureira as fizesse. E foi nossa melhor ideia. Os vestidos saíram por cerca de 100,00 e ficaram perfeitos. Obs. Já pedimos na cor nude para combinarem com nossos buquês e para podermos utilizar o vestido em algum evento futuro (separadas, é claro rs)

  • Lembrancinha

Na minha opinião, a lembrancinha tem que ter a cara do casal e da festa. Assim, nesse caso fizemos várias garrafinhas (compradas também em atacado em São Paulo), enchemos de pinga e colocamos uma etiquetinha dos noivos. Ficou super elegante e, no final, tinha fila para pegar o pequeno souvenir! hehe

  • Detalhe dos banheiros

Como inconvenientes acontecem, foram colocadas duas caixinhas. Uma em casa banheiro. Na dos homens colocamos coisinhas como fio dental, cotonete, desodorante, pente e etc. Na cesta das mulheres colocamos também maquiagem, kit de costura, grampos de cabelo, absorventes… Detalhes pequenos mas que ajudam muito em momentos de crise.

  • Diversão, gravata e sapatinho

Mas o grande diferencial de uma festa é mesmo a alegria dos convidados. Na ocasião distribuimos óculos, boás, anteninhas, pulseirinhas de neon, tudo para tornar a festa ainda mais alegre e divertida. Também foram feitas algumas plaquinhas com frases típicas da galera para o pessoal tirar foto. Isso deu uma animada muito grande na festa.

Outra coisa legal foi que os padrinhos e alguns amigos levaram o noivo e a noiva para arrecadarem dinheiro. Cada convidado pode comprar um pedaço da gravata do noivo ou um sapatinho (tipo chaveiro) da noiva e esse dinheiro foi para o casal. Ótima forma de reduzir ainda mais os custos da festa.

Então #FICAADICA para os futuros casais: apelem para os amigos. Eles servem para isso mesmo. E aprendam a definir suas prioridades e concessões. Ou seja, caso o casal não tenha nenhum amigo que saiba fazer uma arte legal, adapte algo da internet, peço ao amigo de um amigo ou opte por um designer e economize em outras coisas. Sempre lembrem que atacado (compras em grande quantidade) diminuem os custos. Portanto, o que puderem comprar no mesmo local e em maior número é melhor. De repente rola até encontrar outros casais de noivos e fazer suas compras em conjunto. Com certeza sairá tudo mais barato para ambos.

O casal tem que saber onde economizar.

Esse é o grande segredo de uma festa gostosa e elegante: SABER O QUE É NECESSÁRIO E O QUE PODE SER DISPENSADO OU ADAPTADO.

E pesquise muito! A internet existe para isso e vários casais estão na mesma pindaíba que vocês.

Há ideias criativas por todo lugar e a formas de garantir um evento lindo e que não perde em nada para os casamentos milionários das revistas.

Então relaxe, pesquise e divirta-se!

E PARABÉNS AO NOVO CASAL! AMO VOCÊS! 🙂

E confira abaixo algumas fotos do conseguimos fazer:

foto (14)

foto (5)

foto (7)

foto

foto (12)

foto (6)

foto (2)

foto (1)

foto (3)

foto (9)

foto (10)

foto (4)

1554341_574184685992407_365719299_n

1604531_574181649326044_1401393966_n

comentários
 

Deixe seu comentário