tomate

Por conta do excesso de chuvas no mês de março (que é o mês de melhor formação para as plantas), o número de legumes, frutas e verduras colhidos foi pequeno, o que elevou os preços. Mera lei de oferta e demanda onde o produto muito ofertado e com pequena demanda tem baixos preços e os produtos pouco ofertados e com alta demanda tem seus preços nas alturas.

Sempre culpei o preço das verduras e legumes por não fazer dieta. Meu argumento era que, pagar por saladas e não me sentir satisfeita somente com ela não compensava já que um miojo de R$0,60 centavos realiza muito bem esse serviço.

Mas a realidade é que nunca curti muito saladas, enchi meu corpo com sódio (que incha e cria pedras nos rins) e ainda por cima o custo de uma bela salada nunca foi realmente tão alto como eu dizia.

ATÉ AGORA….

Obviamente essa minha desculpa não é nada plausível!

Mas nos últimos dias as redes sociais resumiram-se a criticar o tomate por ser a FRUTA (SIM, TOMATE É UMA FRUTA E NÃO UM LEGUME) que teve maior alta em seu valor. Mas a culpa não é só dele.

Se pararmos para reparar, outros alimentos como limão, batatas, cebola e cenoura também apresentaram altas. Então deixo aqui a dica do dia: PESQUISE E DIVERSIFIQUE. Sua feirinha de costume pode estar saindo o dobro do preço normal e um grande rombo em seu orçamento mensal.

verduras

Acredito que deixar de consumir essas comidinhas mais saudáveis não é a melhor solução. Porém vale a pena dedicar mais tempo a pesquisa antes de comprar e optar pelos alimentos com menores preços. O Brasil tem muitas variedades entre os produtos agrícolas, então VAMOS DIVERSIFICAR E COLORIR NOSSA MESA.

E boa sorte a todos.

comentários
 

Deixe seu comentário