Entramos nesses dias em saldões de móveis, eletrodomésticos, cama, mesa e banho, no país inteiro. Promoções inacreditáveis, descontos de até 80% foram jogados na nossa cara como se dissessem como fomo idiotas ao adquirir produtos antes do Natal.

E, em meio a essa indignação, fui pesquisar! E sabem o que eu descobri? Que talvez não tenhamos sido tão idiotas assim.

Uma loja de eletrodomésticos (que não farei propaganda gratuita aqui) estava vendendo sua  TV-DE -LED-ENTRADA USB- MIL E UM CABOS- E ETC de R$1700,00 por R$1099,00.

O consumidor afobado ve a margem de desconto, se anima e leva quatro aparelhos! Mas, como pesquisa é tudo nessa vida, descobri que a mesma TV estava sendo vendida na internet por R$800,00. O mundo virtual ganhou do Real ou NÃO?

É claro que pequenos bens como chapinha, batedeiras, aparelhos de barbear, TODOS DE MARCAS INFERIORES, tiveram seus preços diminuídos pela metade. Mas até que ponto o consumidor percebeu que a qualidade do produto havia caído?

Olhei uma chapinha que substituísse a minha velha de guerra e, em meio a promoção INACREDITÁVEL, só dava para acreditar que estavam me passando para trás. Afinal a chapinha disponível a R$30,00 nada mais era do que a vendida anteriormente por R$35,00. E nada mais!

Minha mãe pediu uma geladeira nova. Chequei os mega descontos e descobri que a geladeira de  R$1300,00 estava saindo por R$800,00. Belo desconto, certo? Errado!

Não sei se vcs se lembram, mas meses atrás falei sobre minha compra de uma geladeira paga a vista bem baratinha. Pois bem, a geladeira do desconto acima era a mesma geladeira que a minha. OBS. PAGUEI A VISTA R$700,00 NA GELADEIRA.

Então me expliquem: Vale a pena esperar até o saldão de ano novo, acordar as 5 da manha p entrar na fila, correr o risco de comprar produtos de mostruário e ser pisoteado por uma manada de consumidores afoitos? Ou entrar calmamente em uma loja, depois de pesquisar seu produto, e negociar com o vendedor?

Sou muito mais a segunda opção viu!

É claro que não estou defendendo a compra em períodos de pico como o Natal. Mas em épocas do ano que não são relevantes para o comércio, fica fácil adquirir bons produtos à preços baixos.

COMO SEMPRE DIGO: É SÓ PESQUISAR!

Boa sorte pra gente!

NOSSO E-MAIL É: [email protected]

SIGA-NOS NO TWITTER: @Meninanegócios

ASSINE NOSSO RSS E RECEBA AS ÚLTIMAS NOVIDADES DO BLOG!

comentários
 

Deixe seu comentário